Mucho

DOMINGO 07
MAIO 2017

Audio
AVenida francisco matarazzo 694
agua branca - SÃO PAULO

Mucho
Mucho

AMÉRICA LATINA QUE NÃO CABE NO MAPA

FESTIVAL MUCHO! Festival é um encontro anual da diversidade latino-americana. A música de nosso continente em sua máxima expressão contemporânea.

Sangue novo correndo nas “Veias Abertas da América Latina” através de beats e ritmos que transpassa por todo o continente.

Desde sua primeira edição, FESTIVAL MUCHO! propõe romper as barreiras do estereótipo latino, do folclore e das fronteiras trazendo por primeira vez a São Paulo um evento com representantes da América Latina que vem se destacando nos principais festivais em todo o mundo.

Falar de América Latina ou de “latino”, vai além de pertencer a um país, um continente ou de simplesmente falar espanhol ou português. É a união horizontal de culturas, aproximação artística, fluxo de linguagens pioneiras que se destacam cada vez mais em todo mundo como fonte de fusão inovadoras de ritmos e gêneros.

Essa diversidade traça o caminho do nosso projeto, incorporando todas as línguas, todos os continentes, todas as etnias e formas culturais, para chegar ao mesmo ponto: continuar andando sempre e olhando para a linha do horizonte sem esquecer o caminho percorrido. Isso é FESTIVAL MUCHO!

O evento será realizado na AUDIO SP, no bairro de Agua Branca na capital paulista. O espaço conta com uma capacidade para 3.000 pessoas, sendo uma das casas mais importantes da cidade na atualidade.

REALIZAÇÃO:

Mucho
Mucho
Mucho

AMÉRICA LATINA QUE NO ENTRA EN EL MAPA

Festival MUCHO! es un encuentro anual de diversidad latinoamericana. La música de nuestro continente en su máxima expresión contemporánea.
Sangre nuevo corriendo en las “Venas Abiertas de América Latina” a través de beats y ritmos que pasan por todo el continente.

Desde su primera edición, Festival MUCHO! Propone romper las barreras del estereotipo latino, del folklore y de las fronteras trayendo por primera vez a São Paulo un evento con representantes de América Latina que vienen destacandose en los principales festivales de todo el mundo.

Hablar de América Latina o de "latino", va más allá de pertenecer a un país, un continente o de simplemente hablar español o portugues.
Es la unión horizontal de culturas, aproximación artística, flujo de lenguajes pioneros que se destacan cada vez mas en todo el mundo como fuente de fusión innovadora de ritmos y géneros.

Esa diversidad marca el camino de nuestro proyecto, incorporando todas las lenguas, todos los continentes, todas las etnias y formas culturales, para llegar al mismo punto:
continuar caminando siempre mirando para la línea del horizonte sin olvidar el camino andado. Eso es Festival MUCHO!.

KEVIN JOHANSEN
+ THE NADA (arg)

Mucho

Kevin Johansen nasceu no Alasca e é filho de mãe argentina e pai americano. Divertidas, profundas, lúdicas, inteligentes, reflexivas, são algumas das caracteristicas com as que se podem definir suas músicas. Um artista de carater internacional, uma banda incrível desenvolvida ao longo dos anos e um show dos mais completos da cena musical Argentina, são os melhores argumentos que nos da hoje Kevin Johansen + The Nada, um ar novo na música do continente.

A sociedade entre Kevin Johansen e o produtor musical Matias Cella acaba de parir seu primeiro filho perfeito. Não pela valoração das suas qualidades, senão que por a simples enumeração das suas características, que resultam um resumo perfeito do cruze de estilos de ambos artistas. Spanglish, armonías de guitarras desplugadas, pulso pop e ars de hit, são as quatro características do coquetel que se expressa em “Tiene Algo (Interesting Little Thing)”, o primeiro single do disco que estreia no começo do mês de junho deste ano.
“Mis Américas” (Sony Music) é o novo álbum de Kevin Johansen. Uma coleção de 13 canções com matizes folk e latino-americanos, produzidas por Matías Cella (Jorge Drexler) e com a participação do grande produtor musical Cachorro López, junto a sua histórica banda The Nada e com convidados como Marcos Mundstock, Palito Ortega, Pity Álvarez, Miss Bolivia, Lito Vitale, suas filhas Miranda e Kim Johansen, Arnaldo Antúnes e o chileno Macha Asenjo (Chico Trujillo).

Ao longo dos seus 20 anos de carreira No Te Va Gustar realizou importantes turnês por Argentina, Uruguai, Paraguai, Brasil, Chile, Peru, Colômbia, Equador, Venezuela, Cuba, Panamá, México, Estados Unidos, Alemanha, Austria, Suíça, Inglaterra e Espanha.

Tocando em estádios para mais de 40.000 pessoas, o grupo vem se posicionando com força na América Latina. Participou em festivais como South by Southwest (EUA), Central Park Summer Stage (EUA), Rock al Parque (Colômbia) , Semana de las Juventudes (Mexico), Cosquin Rock (Argentina), entre outros. Em 3  ocasiões participou do prestigioso Festival Vive Latino da cidade do México. Suas apresentações ao vivo são poderosas e precisas. Sempre com um som de rock, a banda fusiona diferentes géneros musicais como reggae, folk, murga e ska.

O grupo recebeu 6 nomeações aos Latin Grammys incluindo em duas oportunidades as categorias "Melhor Álbum" e "Melhor Canção de Rock", MTV Video Music Awards, MTV Europe Music Awards, MTV Millennial Awards e foram distinguidos em varias edições nos Prêmios àMúsica Uruguaia.

Seu mais recente disco de estudio se chama "El tiempo otra vez avanza" e foi produzido por Joe Blaney, legendário colaborador de grandes artistas como The Clash, Prince, Beasty Boys, Layrin Hill e Keith Richards, entre outros. NTVG acabou de lançar a música "Prendido fuego", que formará parte de seu nono disco de estudio, que será lançado em 2017.

NO TE VA GUSTAR (uru)

Mucho

FRANCISCO (uru)
EL HOMBRE (bra)

Mucho

Sinônimo de uma corrente musical e transcultural em forma de banda, a francisco, el hombre nasceu a partir dos irmãos Sebastián e Mateo Piracés-Ugarte, que cresceram viajando pelo mundo acompanhados de seus instrumentos.
No bairro universitário Barão Geraldo, em Campinas (SP), o que era um esboço musical incorporou os novos integrantes Juliana Strassacapa, Andrei Kozyreff e Rafael Gomes. A partir do encontro, a banda fez da estrada o seu estúdio e os frutos deste passeio foram o EP La Pachanga! (2015) e o disco SOLTASBRUXA (2016).

O som da francisco, el hombre foi lapidado junto a um público multicultural, eclético e ávido por descobrimentos musicais. A banda apresenta sonoridades tradicionais e regionais latino-americanas, cantadas em espanhol com sotaque brasileiro e português com sotaque latino. Seu primeiro trabalho de estúdio, SOLTASBRUXA, saiu em setembro de 2016 e foi produzido por Zé Nigro, com participações de Liniker e da banda Apanhador Só. As letras abordam o momento político e social do Brasil: “Em vez de tentar dar uma cara atemporal ao CD, decidimos encarar o agora.

Política faz parte de quem somos, mas no La Pachanga! isso ficou escondido”, diz Sebastián, que toca bateria e canta na francisco, el hombre.

Logo após iniciar este ano com uma nomeação ao Grammy Latino como “Best Pop Latin Album” pelo seu novo álbum “Ilusión”, GABY MORENO, a ganhadora do Latin Grammy 2013 “Best new artist”, inicia sua turnê mundial. A artista guatemalteca é a mais versátil do momento, com toques de Blues, Soul, Folk Pop na sua voz. Ganhadora do John Lennon Songwriting Contest em 2007, agora forma parte do jurado do prestigioso concurso junto a Fergie, Red Hot Chili Peppers, entre outros. Nomeada ao Emmy pela sua composição da música principal do show de NBC "Parks and Recreation". Voz principal da música da nona serie de Disney Channel "Elena de Avalor". Duos inesquecíveis com Hugh Laurie.

Durante a gravação de seu último disco, “Ilusión”, Gaby decidiu que era hora de regressar a seus inicios. Musicalmente, novo álbum captura a essência pura de uma artista imigrante ambiciosa que conseguiu chegar a um país novo, contando só com a sua guitarra, seu talento e um bolso de canções que estava ansiosa por compartilhar.

Seu disco é uma coleção de 13 canções novas que reflexam uma mescla orgânica de todas suas influências, desde o blues até os boleros. O sonido natural do disco reflexa a filosofia analógica de seu produtor Gabe Roth, fundador de Daptone Records em Brooklyn, a casa discográfica Independente que diz especializar-se no que chama de “New Sound of Old Soul” (O Novo Som da Música Soul). .

GABY MORENO (Gua)

Mucho

ROMPERAYO (col)

Mucho

Romperayo é uma das bandas mais hipnóticas que temos agora na Colômbia. É, sem duvida, um dos nossos segredos mais exportáveis…” – VICE Colômbia.

Música tropical contemporânea com rituais de eletrônica, descargas das praias Colombianas envenenadas com psicodélia, samplers, sintetizadores e percussão. Assim é o som de Romperayo, grupo liderado por Pedro Ojeda, um dos percussionistas mais celebrados do país, e que conta com Juan Manuel Toro nos samplers, teclados e sintetizadores, Jhon Socha no baixo e Guillo Cros na guitarra eléctrica.

Com fascinações musicais académicas e sobre todo populares, de antanho e de vanguarda, este encontro de músicos com grandes credenciais na nova música colombiana (ver Los Pirañas, CieloMama, Chúpame el dedo,Meridian Brothers, Palanca, Frente Cumbiero, Ondatrópica, Sidestepper, La Mákina de Caribe, etc.) estaviram presentes em diferentes compilações em formato de vinil e lançaram até hoje 4 trabalhos discográficos com reconhecidos selos na movida underground latina-electrónica global como Names You Can Trust (EEUU), Discrepant (UE) e Galletas Calientes (UE), tanto em formato de vinil como em cd.